10 passos para não cair na caixa de SPAM

A “entregabilidade” dos emails é sempre um grande desafio para quem faz Email Marketing. No Brasil, segundo relatório da empresa Return Path, do primeiro trimestre de 2011, 25% das mensagens vão parar na caixa de SPAM.

Gráfico SPAM

E na sua empresa, você tem acompanhado a entrega e os resultados dos emails enviados?

Se os emails que você envia estão indo para caixa de Spam ou esse é grande medo que você tem, não se desespere.

Mostraremos para você nesse post o que fazer.

Então, são 10 pontos. São trabalhosos. É um investimento. É a garantia de uma boa entrega de e-mails.

Melhor é a garantia da entrega do que risco da perda do trabalho e investimento em atração e captura.

1. Esteja de acordo com a regulamentação

Apesar de no Brasil não existir uma regulamentação como nos EUA, existe um Código de Autorregulamentação elaborado por ABEMD, ABRADI e mais 12 organizações ligadas ao marketing digital para prática do E-mail Marketing, que pode, e deve, ser lida aqui.

Seguem as regras do CAN-SPAM Act dos EUA importante se utiliza uma ferramenta americana:

  • Não use informações falsas ou ilusórias no cabeçalho
  • Não use linhas enganosas no subject (assunto)
  • Identifique a mensagem como propaganda
  • Diga aos contatos aonde você se localize – O Infusionsoft tem por regra uma caixa com endereço físico em todos os e-mails
  • Diga aos contatos como dar opt-out (cancelamento de assinatura) de sua lista – De novo, o nosso sistema do Infusionsoft tem como padrão enviar links de opt-out em todo e-mail, mesmo que você se esqueça de enviar um.
  • Honre pedidos de cancelamento
  • Monitore o que terceiros estão fazendo por você

2. Evite palavras que engatilhem o spam e frases fraudulentas

Infelizmente não há uma lista definitiva de palavras que acionem os alarmes do spam.

3. Inclua uma versão de texto em seus e-mails caso esteja usando HTML

Quando mandamos email para um amigo ou parente, não enchemos ele com HTML. Pessoas não usam HTML para enviar mensagens para outras pessoas. Empresas usam HTML. Gurus do Email Marketing, como Seth Godin e Dan Kennedy, só enviam emails HTML-free.

4. Usar técnicas do Marketing de Permissão

Qualquer um pode ir a um formulário e preenchê-lo com o e-mail de um amigo, “só de brincadeira” e fazer o amigo receber informações que ele não quer, mas isso pode ferir a sua reputação com o servidor usado por tal amigo. Por exemplo, se o servidor dele for o Hotmail, seu envio ao Hotmail, como um todo, pode ficar comprometido. Por isso trabalhamos com o Double Opt-In.

Essa funcionalidade trata-se de uma confirmação do e-mail. Antes de começarmos a enviar as nossas valiosas informações ao prospecto, enviamos um e-mail pedindo para ele confirmar se aquele e-mail é mesmo dele, caso não seja, ignore ou cancele a assinatura – é o que pedimos, para evitarmos sermos reportado como Spam.

Captura de Tela 2013-12-26 às 16.17.30

O resto da nossa comunicação só será enviada uma vez que esse e-mail é confirmado, através de um clique, ou resposta, como seja a sua ferramenta de e-mail marketing.

5. Use um verificador de Spam

Não temos como prever se um e-mail nosso vai ou não chegar até a caixa de entrada de um prospecto porque as configurações variam de e-mail para e-mail e de servidor para servidor. O que podemos fazer é garantir que nosso e-mail tenha o menor número de sinalizadores de Spam possível – mesmo que você não esteja enviando um Spam, o servidor pode considerá-lo como tal pelo padrão de comportamento. O Infusionsoft tem uma funcionalidade chamada Spam Score e ele vai aumentando a nota ao passo que o número de padrões de Spam aumentem em seu e-mail, clicando no número, aparece uma explicação do porque daquela, digamos, nota.

 

Seta

 

6. Sai de todas as listas negras

Pode ser incrivelmente chato e trabalhoso se retirar dessas listas, mas é ainda mais necessário realizar essa tarefa. Se você estiver em listas negras, seus e-mails não serão enviados e todo seu esforço terá sido em vão. Aqui tem dois sites para você procurar saber se está ou não em listas negras: SenderScore e Blacklist Monitoring.

7. Mantenha uma boa relação texto x imagem

Quanto menos imagens, melhor. Sim, imagens incrementam seu e-mail, deixam ele apresentável. No entanto, se seus clientes tiverem o e-mail configurado como o meu Gmail, nenhuma imagem será aberta ao menos que eu aceite vê-las. Algumas dicas então:

– Não envie um e-mail só de imagens;

– Para cada imagem inclua pelo menos duas linhas de texto;

– Otimize suas imagens – por exemplo, é possível escrever textos que fiquem acoplados às imagens, quando elas não abrem de primeira, como é o caso do meu Gmail, os textos aparecem até elas abrirem;

– Use um código HTML bem formatado.

Voltando à nossa ferramenta Infusionsoft, e voltando também à funcionalidade do SpamScore, ele te indica se a relação imagem x texto estiver muito desequilibrada. Muita imagem = Spamscore alto.

8. Evite armadilhas de SPAM

Armadilhas Spam são e-mails inativos detectados pelo ISPs. Como foi detectado que não está sendo usado por ninguém, é impossível ter sido feito opt-in com esse e-mail.

9. Evite anexos grandes ou anexos executáveis

Em geral, .jpg, .gif, .png e .pdf são anexos seguros de serem enviados, com tanto que haja algum conteúdo escrito ao longo do e-mail. No entanto, executáveis tais quais .exe, .zip, .swf etc. devem ser evitados por completo. Só envie anexos para sua lista caso eles estejam esperando por isso.

anexos

Se houver necessidade de enviar executáveis, há duas boas maneiras de fazê-lo: 1. Dropbox, uma ferramenta de armazenamento em nuvem e 2. Para conteúdo privado, use o servidor FTP de sua empresa.

10. Tenha identificadores de autenticidade de e-mails

Existem algumas siglas recomendadas que se use para a tarefa: DKIMSPFSender-ID e Domain Keys.

Em conclusão, para não ter uma taxa de relatório de spam alto, é sempre bom manter suas listas de email limpas, atualizadas e coerentes.

Na ferramenta que utilizamos, o Infusionsoft, apesar de ser permitido o upload de listas de email, há um pequeno questionário de como essa lista vai ser gerenciada e contatada – quantas vezes, há quanto tempo essa lista tem sido criada, quem são etc – e mesmo com isso tudo, quando a primeira comunicação à lista é enviada, ele faz um primeiro envio para os emails mais “quentes” para testar a taxa de spam e depois envia o resto dos emails, dependendo do resultado. Se houver uma reclamação de 0.1% (1 de 1,000), eles não enviam para o resto da lista.

O supracitado Spam Score do Infusionsoft vai ajudar a manter o conteúdo limpo e objetivo. Dizem os especialistas da ferramenta que uma nota 5 no Spam Score é OK, não irá atrapalhar sua mensagem. Mas como no Brasil temos uma altíssima taxa de emails que já vão parar no lixo, aconselhamos que você mantenha sua nota ao mais baixo possível. É só ir adicionando o conteúdo e vendo como se comporta o Spam Score.

  • email profissional, email, e-mail profissional, e-mail, e-mail ofzero, email ofzero, email spam, spam, evitar spam, evitar caixa de spam, caixa de spam
  • 0 Usuários acharam útil
Esta resposta lhe foi útil?

Veja também

Criando sua conta de e-mail

01. Clique sobre a opção "Serviços" que encontra-se presente em seu painel do cliente. 02. Após...

Criando um modelo de e-mail.

Criar um modelo de email Aplicável a: Outlook 2016 Outlook 2013 Outlook 2010 Os modelos de...

Enviar um e-mail com base no modelo

Enviar um email com base em um modelo Aplicável a: Outlook 2016 Outlook 2013 Outlook 2010...

Por que meus e-mails chegam como SPAM para alguns de meus destinatários?

Os e-mails que você envia antes de chegar para o destinatário ele passam pelo primeiro filtro...

Powered by WHMCompleteSolution